Sargento do Exército se reencontra com cadelinha que salvou no exterior!!

A Sargento do Exército, Charity Webb, de 29 anos,  estava servindo no exterior, quando encontrou uma cadelinha de rua, que precisava de ajuda. 

A peludinha, magricela, preta e marrom era a mais fraca de um grupo de vira-latas, e a sargento ficou comovida ao ver sua luta.

Charity entrou em ação e começou a cuidar da pequenina, a quem batizou com o nome de PupPup. 

Este local pode ser muito duro para os cães e temo que ela morrerá se for deixada para trás. Além disso, formamos um vínculo tão forte que significa tudo para mim. Não posso virar as costas para ela e ficaria para sempre grato pela ajuda para levá-la para casa ”, disse a sargento.

No entanto, quando a a missão de Charity terminou, mais cedo do que o esperado, ela ficou muito preocupada, pois teria que deixar  PupPup para trás.

Depois de tanto tempo cuidando da cadelinha, as duas formaram um vínculo muito forte

Charity contou que no local onde estavam, os cães de rua não eram bem aceitos. Frequentemente, ela tinha que esconder a peludinha e o resto da ninhada dos coletores de cães, ansiosos para pegá-los. 

Eles simplesmente os sacrificam, pois há muitos animais de rua, então não queríamos que eles pegassem os filhotes porque sabíamos que eles iriam sacrificá-los, não havia dúvida sobre isso”, disse Charity. 

Então um colega soldado contou a ela sobre a organização sem fins lucrativos Paws of War, uma organização sem fins lucrativos que ajuda militares ativos a trazer animais que resgataram de volta para os Estados Unidos.

Charity entrou em contato com a organização, na esperança de que eles pudessem ajudar PupPup.

Estou pedindo desesperadamente ao Paws of War que me ajude a trazer minha linda e indefesa PupPup de volta para a América, porque não suporto a ideia de deixá-la para trás”, escreveu Charity à organização.

Este local pode ser muito duro para os cães e temo que ela morrerá se for deixada para trás. Além disso, formamos um vínculo tão forte que significa tudo para mim. Não posso virar as costas para ela e ficaria para sempre grato pela ajuda para levá-la para casa ”.

Robert Misseri, o cofundador do Paws of War, começou imediatamente a trabalhar no caso de PupPup. 

Nós absolutamente queremos ajudar a trazer o PupPup de volta à América“, disse Robert em um comunicado. Ela estava a cerca de uma semana e meia de partir, então sabíamos que tínhamos um prazo muito curto para ajudar a cadelinha”.

Esses resgates no exterior são extremamente desafiadores e têm um custo alto. Se não intervirmos para salvar esses cães e gatos, os soldados serão forçados a deixar para trás um animal que resgatou de uma situação ruim. Um animal que ela ama profundamente será deixada para trás e poderá estar sujeita a abusos, negligência e, infelizmente, até a morte. Parece duro, mas essa é a verdade nesse lugar“.

Primeiro, eles levaram a cadelinha a um veterinário, para ser vacinada e, em seguida, providenciaram um lar adotivo para que PupPup ficasse em quarentena, até que ela pudesse deixar o país.

Depois de quatro voos cancelados, PupPup finalmente conseguiu embarcar em um avião para sua nova vida.

Assista ao  reencontro emocionante de Charity e PupPup, no vídeo abaixo:

Quando o PupPup finalmente chegou em segurança, Charity não conseguia acreditar que estava realmente acontecendo.

Ela não acreditava até que finalmente viu a cachorrinha na sua frente”, disse Robert. “Ela me ligava todos os dias, desde então, e me mandou uma mensagem dizendo que ainda não conseguia acreditar que o PupPup estava com ela. Ela disse que teria pesado muito em seu coração se ela tivesse que deixar PupPup lá.

PupPup e a Sargento Charity retomaram de onde pararam e não poderiam estar mais felizes por estarem juntas novamente. 

Eles se tornaram inseparáveis”, disse Robert.

Compartilhe essa linda história de amor com seus amigos e familiares.

Fonte: The dodo e patch.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *