Estudo revela que barba transmite mais bactérias que os pelos um cachorro!!

Há muito tempo, desde a Grécia antiga, a barba tem sua história e significado, ela era considerada um símbolo de virilidade, um exemplo eram os soldados, que, quando mostravam sinais de covardia, eram punidos com a raspagem das barbas.

A barba é para alguns homens muito mais do que um atrativo.

Embora o tempo tenha mudado e os soldados tenham uma aparência totalmente diferente, o que não podemos negar é que atualmente mais homens decidem usar a barba, seja porque têm uma aparência mais robusta ou por causa da moda.

Muitas mulheres acham atraente um homem com barba, embora possa ser desconfortável beijá-las, no final acabam se acostumando e se adaptando àquela pequena camada de cabelo que cobre o rosto do homem que amam.

A barba é uma pequena colcha aveludada, cheia de surpresas.

No entanto, um estudo recente publicou alguns resultados sobre a barba que certamente farão muita gente mudar de ideia.

A barba tem mais germes do que os pelos de um cachorrinho, de acordo com um estudo de um grupo de cientistas suíços.

Pesquisadores da Suíça colheram amostras de pelos faciais de 18 homens, com idade entre 18 e 76 anos, e também  de pescoços de 30 cães de raças diferentes, encontrando resultados surpreendentes entre os dois.

Embora ambos pareçam irresistíveis, foi comprovado que os cães são mais limpos.

Todas as barbas tinham bactérias, algumas mais nojentas que outras, revelando um grande número de micróbios, sete dos homens testados tinham bactérias consideradas de risco à saúde, enquanto os filhotes testados registravam níveis médios ou baixos

O autor do estudo, o professor Andreas Gutzeit, comentou a esse respeito:

“Com base nessas descobertas, os cães podem ser considerados limpos, em comparação com os homens barbudos”.

Sem saber, muitas coisas podem estar escondidas na barba.

Esses resultados foram reforçados com um estudo realizado no Novo México, pelo microbiologista John Golobic e os resultados concluíram que bactérias que, normalmente, habitam a matéria fecal e intestino,s são encontradas na barba.

A barba: um ninho confortável para muitas bactérias. 

As teorias de John Golobic e Andreas Gutzeit indicam que beijar um homem barbudo na boca ou mesmo na bochecha transmite mais baterias do que encostar nos pelos de um cachorrinho.

Os pelos da região facial são mais propensos a acumular sujeira e baterias que podem causar infecções, como a foliculite,(infecção de pele que se inicia na raiz do pelo).

Se você tem barba, é melhor tomar muito cuidado e higiene. Talvez os beijos que você dá não sejam tão limpos quanto você pensa, use condicionador e cuide dela para que seus beijos sejam tão doces e suaves, mas sempre com muita higiene.

Não deixe que sua barba seja um ninho de bactérias. 

Ajude a compartilhar essa informação para que mais homens cuidem do que consideram seu principal atrativo e, principalmente, para que não julguem tanto os cães.

Fonte: Viralistas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *