Rottweiler maltratado recebe uma segunda chance de ser feliz ao ser adotado

Esta é a história de Brutus, um nobre Rottweiler de dois anos.

Quando ele era apenas um filhote, Brutus conviveu com criadores muito irresponsáveis, ​​que o deixavam ao ar livre no meio do inverno. O frio intenso congelou suas patas. Então os donos negligentes resolveram cortar eles próprios a pata congelada com algum tipo de serra, deixando o pobre cachorrinho completamente incapacitado.

Mesmo no abrigo onde foi resgatado, ele foi listado como “impossível de adotar” por causa de sua terrível deficiência física.

Felizmente, o destino trouxe uma grande surpresa para o bravo cão.

Leia também: Ao voltar da farmácia, homem se depara com cachorro perdido, que dorme em seu carro

Seus proprietários tentaram vendê-lo em um estacionamento, mesmo depois de ter mutilado suas pernas. Ele não conseguia andar, correr, brincar ou fazer qualquer coisa que um cachorrinho normal faria.

É de partir o coração saber o quanto esse cachorrinho sofreu, mas milagres acontecem e para Brutus, a redenção veio quando ele foi adotado por Laura Aquilina, junto com seu marido.

Eles encheram sua vida de amor, e rapidamente ele se tornou um cãozinho amoroso e doce. À medida que crescia, Laura achava cada vez mais difícil do pequenino se mover. O cãozinho estava confinado a pisos acarpetados e superfícies macias.

Sua “mãe” pediu ajuda a uma resgatadora de animais, chamada Laura Ornelas e ela lhe mostrou as alternativas para Brutus. Porém, a cirurgia e as próteses eram muito caras, eles começaram uma forte campanha de arrecadação de fundos. Através de sua página Gofundme Better Paws for Brutus (Melhores pernas para Brutus), eles arrecadaram os recursos necessários para seu funcionamento e para próteses.

Leia também: Jovem arrisca sua vida para salvar cachorro que estava se afogando

As peças maravilhosas foram criadas pela OrthoPets Denver, grupo que desenvolve todo tipo de tecnologia para animais de estimação e deficientes físicos.

Todos os dias, sua mãe coloca suas próteses com muito amor, no início, foi como ver um bebê andar pela primeira vez, foi muito emocionante, mas o cãozinho estranhou e aos poucos foi se acostumando a voltar a andar. Brutus ficava extremamente cansado nas sessões de treinamento. Suas pernas estavam dobradas, ele não sabia o que era andar e seus músculos não resistiam.

Brutus e sua mãe nunca desistiram, ela sabia como motivá-lo: com deliciosas recompensas de guloseimas e aos poucos Brutus adquiriu a força necessária para ficar em pé e andar sozinho.

Depois disso, Brutus começou a ficar mais feliz, a brincar, a correr e a agir mais como um cachorro comum. O próximo passo na recuperação de Brutus era fazer fisioterapia no Hospital Universitário Veterinário da CSU.

O objetivo de Laura e de seu terapeuta era que Brutus, além de caminhar, pudesse pular, correr e brincar também. Eles parecem estar no caminho certo até agora.

Sua família mantém uma página no Facebook chamada Better Paws for Brutus, para que possamos acompanhar sua evolução maravilhosa.

One thought on “Rottweiler maltratado recebe uma segunda chance de ser feliz ao ser adotado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *