Cachorrinho idoso que passou 11 anos vivendo em canis finalmente é adotado: ‘Merece ser feliz’

No início desta semana, o Instituto Luisa Mell, ONG brasileira sem fins lucrativos de proteção animal e meio ambiente, que atua no resgate de animais feridos ou em situação de risco, compartilhou uma emocionante publicação sobre um cachorrinho idoso chamado Lobo, que recebeu ajuda para ser adotado após passar mais de uma década vivendo em canis.

“Ele viveu 11 anos em abrigos. Nós achamos que ele não teria uma chance, afinal são poucas pessoas que abrem a vida pra um amor assim”, escreveu o instituto em um post no Instagram que já acumula mais de 56 mil curtidas em menos de uma semana.

Leia também: Cuidadora de cães se apaixona por cadelinha rejeitada que esperou 6 meses para ser adotada

Felizmente, Lobo teve a chance que tanto merecia.

“Mas hoje em 11 anos ele vai conhecer um lar. Em 11 anos vai ser a primeira vez que ele vai dormir em uma cama. Em 11 anos vai ser a primeira vez que ele não vai dormir alerta porque do nada todos os outros animais começam a latir. Em 11 anos vai ser a primeira vez que ele vai dormir profundo na frente da TV enquanto seu pai assiste Netflix”, continuou a ONG.

Por fim, o instituto busca incentivar a adoção de animais idosos, algo cada vez mais raro de se acontecer, especialmente no Brasil. “O sonho pra nós seria realizado se as pessoas se abrissem e entendessem a diferença que faz adotar um animal idoso e dar a ele o que uma vida inteira ninguém foi capaz de dar.

Nenhum animal deveria viver o fim da sua vida dentro de um canil. Adote um animal idoso e você vai nos agradecer pela dica, porque vai entender que não é você que vai mudar a vida dele, mas ele a sua”, concluiu o ILM.

Leia também: Gatinho vira cuidador e melhor amigo de vovô diagnosticado com câncer de medula óssea

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *