Cachorrinho late sem parar até acordar dono para salvá-lo de incêndio que destruía sua casa

Provando mais uma vez que os cães são os melhores amigos dos seres humanos, o cachorrinho Rocky, da raça bull terrier, foi responsável por salvar sua família de um incêndio que se alastrava na casa onde moravam, em Sulphur Springs, nos Estados Unidos.

O incidente ocorreu no início deste mês.

De acordo com o canal Fox, Rocky acordou o dono, Fernando Montes de Oca, para alertá-lo sobre as chamas. Ele latiu sem parar até motivá-lo a se levantar para ver o que estava acontecendo.

Leia também: Cadela Pitbull ataca criminoso que tentou roubar mulher e salva sua vida: ‘Virou minha heroína’

Ao sair do quarto, Fernando viu que o fogo já havia se espalhado pela casa toda, bloqueando quase todas as saídas da residência.

“Eu caí no sono. A primeira coisa que lembro é de escutar meu cachorro latindo, latindo, latindo. De repente, uma janela estourou. Eu pensei: ‘O que está acontecendo?’. Pensei que fosse um pesadelo ou algo assim. Quando acordei vi todas as chamas no teto vindo pela porta e pela janela”, contou o rapaz à Fox.

Sem opções e ciente de que sua casa não poderia ser salva, Fernando resolveu correr em direção à porta para fugir, momento no qual queimou a mão direita na maçaneta. Com o cachorro ao seu lado, ele ainda precisou atravessar o fogo na sala de estar em direção à rua.

O tutor e seu doguinho passam bem. Dias depois, a perícia realizada pelos bombeiros da cidade indicou que as chamas começaram sob uma extensão elétrica sobrecarregada.

Fernando é muito grato ao seu cachorrinho por ainda estar vivo, apesar do prejuízo financeiro causado pelo incêndio. “Até minha irmã, meu pai, todo mundo estava chorando e dizendo: ‘Deus te deu uma segunda chance’. Se eu continuasse dormindo por mais um minuto, acho que não estaria aqui contando minha história, para ser bem sincero”, concluiu o tutor.

Leia também: Gatinho recém-nascido vira xodó de família após ser adotado: ‘Ele que nos escolheu’

Se não fosse por Rocky, essa história poderia ter tido um final trágico. Felizmente, tudo deu certo ao final.

Segundo seu dono, o bull terrier ficou alguns dias internado em um hospital veterinário por ter inalado muita fumaça, mas já está bem e reunido com Fernando.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *