Após passar 200 dias em abrigo, cachorrinho enfim é adotado: ‘Encontrou a família perfeita’

Chuckie é um cachorrinho doce e amoroso, embora os humanos não tenham feito muito para merecer seu carinho.

O doguinho resgatado foi salvo na beira de uma rodovia na Geórgia, EUA, onde Chuckie foi abandonado pela primeira vez, depois atropelado três vezes por carros enquanto o tráfego passava zunindo.

Infelizmente, nenhum dos motoristas se preocupou em parar e ajudá-lo. Quando Chuckie foi acolhido, ele tinha uma série de ferimentos tão graves na região da cabeça que sofreria danos neurológicos permanentes.

“[…] Ele sofreu danos neurológicos à parte inferior da coluna”, explicaram as equipes de resgate em um post no Facebook . “Chuckie precisa ser segurado pelos quadris para fazer o número dois, ou então ele se senta ou rola e faz uma bagunça e não consegue evitar”.

Leia também: Soldado reencontra filhote abandonado que ele cuidava durante missão no exterior

Felizmente, Chuckie acabou sob os cuidados da ONG ‘Dog Orphans Humane Society’, um abrigo sem fins lucrativos de Massachusetts, na costa leste norte-americana.

A lesão do cachorro poderia ter levado à eutanásia em um abrigo municipal, mas os cuidadores estavam determinados a dar a Chuckie uma segunda chance, mesmo que isso significasse segurar o cachorro pelos quadris sempre que ele precisasse fazer suas necessidades básicas.

Mas, infelizmente, as deficiências de Chuckie também desencorajaram futuros adotantes, que passaram direto por este doce menino em direção a animais de estimação mais saudáveis ​​sem necessidades especiais.

Os cuidadores do abrigo fizeram tudo o que puderam para ajudar Chuckie a ser adotado – mas sem sucesso. Seis meses se passaram e Chuckie ainda estava no abrigo à espera de um lar adotivo.

“Eu fiz TikToks dele, comprei tantos aplicativos para fazer vídeos dele para mostrar todos os lados positivos de Chuckie […]”, disse a gerente assistente do abrigo, Hannah Shenian, ao Canal 5 da emissora WCVB.

Leia também: Cadela grávida salva 4 idosos de incêndio que se alastrou por asilo, mas acaba gravemente ferida

Finalmente, depois de passar 200 dias no abrigo, Chuckie enfim encontrou alguém ansioso para adotá-lo. “Ele é simplesmente adorável”, disse o novo proprietário de Chuckie, Taylor Dimmick, à TV local. “Se não fosse por essa doença, ele provavelmente teria ido embora assim mesmo. Ele é tão amigável…”, comemorou.

Além disso, Dimmick, que passou meses procurando o animal certo para adotar, estava procurando especificamente um animal de estimação menos adotável que realmente precisava de um lar.

“É uma sensação ótima. Era exatamente o que eu queria – encontrar um cachorro que ninguém parecia querer e que passava ou ficava trazendo de volta”, disse ele. “Então, apenas para dar ao cachorro um lar amoroso”, concluiu.

Assista ao vídeo:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *