Cachorrinhos fazem visita surpresa à sua dona internada em hospital

Uma das partes mais difíceis de lidar com a quarentena e o distanciamento social provocados pelo novo coronavírus é não poder visitar nossos entes queridos, seja lá onde eles estão. Para a norte-americana Joanna Hehir, moradora de Austin, no Texas, a parte mais difícil foi não poder ver seus cachorrinhos.

Hospitalizada no ano passado para se recuperar de uma úlcera no estômago, ela ansiava para ver George e Fiona, seus cães-de-montanha-dos-Pirenéus, os quais ela é muito apegada.

Leia também: Mulher chora de felicidade ao reencontrar cadelinha que passou dias desaparecida: ‘Fugiu de casa’

O marido de Joanna, John, estava ciente do quanto a situação era difícil para ela e os cães. Ele queria encontrar uma maneira de trazê-los em segurança para o hospital, mas a tarefa parecia quase impossível. Então, ele teve uma ideia genial.

“Tem sido muito difícil para todos. Ela traz luz a todos nós, sentimos sua falta”, disse John. “Já os cães são como duas crianças enormes correndo pela casa. Eles não entendem por que ela não está aqui”.

No começo, John planejava levar os cachorros para o estacionamento, para que Joanna pudesse vê-los da janela. No entanto, a enfermeira responsável pela mulher teve uma ideia melhor: ela sugeriu que eles ficassem do lado de fora da janela do saguão, ou seja, mais próximas de Joanna.

Leia também: Casal de ativistas acolheu 75 cachorros de rua em sua própria casa, tratando-os como parte da família

Quando John, seu filho e os dois cachorros foram visitá-la, a enfermeira providenciou todos os trâmites burocráticos para que tudo desse certo.

A visita não poderia ter sido mais emocionante e satisfatória. Quando George e Fiona viram a mãe, ficaram em êxtase!

Apesar de Joanna não poder abraçar seus grandalhões, ela ficou muito contente com a visita e até chorou ao conversar com eles. “Foi um momento muito poderoso para todos nós”, resumiu a enfermeira.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *