Cadela amorosa ajuda sua dona tetraplégica a comer e a pintar

Essa cadela ajudou a sua dona de forma impressionante.

Bracha Fischel é um israelense de 62 anos, que precisou reaprender a viver após receber o diagnóstico de artrite reumatoide com reflexos nas colunas, em 2006. Uma cirurgia acabou deixando-a tetraplégica, fazendo com que ela ficasse anos na reabilitação. Mas em 2019. uma ajuda de quatro patas chegou, para mudar a vida dessa senhora.

Os amigos e as filhas de Brascha deram a ela uma cadela. A canina foi treinada para ajudar sua dona a fazer diversas tarefas básicas do dia a dia, como: comer com uma colher adaptada. Donna leva até a boca de Bracha colheradas de alimento pastoso, como mingau e etc.

Veja também: Cachorro de apenas 8 meses é resgatado após denúncia de vizinhos por maus-tratos

A princípio, Bracha não havia gostado muito da ideia de ter um cachorro dentro de casa, porém, aos poucos e com o cuidado que Donna proporcionava a sua dona com tanto amor, Bracha acabou se apaixonando pela cadelinha e sentia que estava viva novamente, sentimento que não sentia à muito tempo devido seu estado de saúde.

Mas Donna não ajuda apenas na hora de comer, a cadela também leva até Bracha suas tintas para que ela possa pintar quadros lindos, onde Bracha segura o pincel com a boca.

“Donna traz as tintas até minha boca, assim como pincéis, canetinhas. Tudo que eu preciso para pintar.”

O que era apenas um hobby, acabou levando Bracha à exposições internacionais.

Veja também: Artista cria rosto realista de gatos em tecido para comemorar o dia internacional dos gatos

Ainda no ano de 2006 Bracha começou a aprender a usar a sua boca para realizar tarfas. Durante 6 meses ela ficou em reabilitação aprendendo a escrever e a segurar coisas com a sua boca, como os pincéis que sempre à acompanharam em sua vida.

No ano de 2007, ela fez um curso de pintura com a boca na Hamburger Akademie, em Hamburgo na Alemanha. O que ela não poderia imaginar, é que 13 anos depois, ela receberia um convite para expor suas obras no mesmo lugar no qual se adaptou a sua atual condição.

“A pintura me ajudou a lidar com a nova situação da minha vida. Apesar de não poder fazer muitas coisas, eu encontrei forças para me desenvolver.”

Apesar de sua exposição ter de ser cancelada, por conta do novo corona vírus, o acervo de pinturas que ela exporia, foram expostos virtualmente. Bracha também se apresenta anualmente na Suiça.

One thought on “Cadela amorosa ajuda sua dona tetraplégica a comer e a pintar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *