Cachorro que usa cadeira de rodas vira amigo de raposa cega e se torna seu cão-guia

Já trouxemos algumas histórias emocionantes de amizades entre animais de diferentes espécies, mas essa com certeza é uma das mais comoventes. Um cachorrinho que usa cadeira de rodas que se tornou um guia improvável para uma pequena raposa cega e emocionou milhares de pessoas que conhecem sua história de irmandade. cachorro

Aparentemente, o animal cego aprendeu a seguir o som das rodas da cadeira do irmão mais velho, facilitando seu lindo relacionamento. O West highland terrier, Jack, gosta de ser o guia da Abóbora e realmente acredita que ele é seu irmão protetor.

Os dois animais têm uma história comum para contar, pois foram resgatados e salvos da eutanásia devido ao seu estado de saúde.

Leia também: Cadela amorosa que perdeu seus filhotes adota três gatinhos órfãos

Jack sofreu de um tumor na coluna que fez com sua capacidade de andar fosse muito reduzida, exigindo cuidados especiais pelo resto de sua vida. Felizmente, a veterinária Ana Lapaz-Mendez cedeu-lhe o lar adotivo que tanto ansiava e cuidou dos cuidados necessários ao cão.

Por outro lado, Abóbora chegou a Ana com suas duas patas quebradas e com o quadro de saúde muito grave, mas com a equipe médica amorosa e o tratamento certo, ela conseguiu se salvar.

Quando Jack chegou em casa, a raposa já tinha completado um ano morando na casa de Anne, no norte de Londres. Mas desde que chegou no final do ano passado, o cachorrinho decidiu proteger Abóbora de qualquer perigo vigente e o tornou seu irmão.

Quando eles caminham no parque, Abóbora se distrai de vez em quando, mas o cachorrinho para e espera pacientemente que ela o alcance. Jack é muito protetor e alerta para qualquer perigo, mesmo quando outros cães ou gatos se aproximam para incomodar a Pumpkin, ele os afasta.

“Sinta a responsabilidade de cuidar dela como um irmão faz com uma irmã.” disse Ana em entrevista ao jornal local.

Embora no começo Jack não conhecesse a área, ele seguia sua dona, e logo em seguida a pequena raposa o acompanhava. Sempre que ouve rodas na cadeira de Jack, ela segue na mesma direção e, se por algum motivo ultrapassá-lo, para e espera.

Mesmo à noite eles podem ser vistos caminhando juntos, mostrando que sua relação vai além das caminhadas rotineiras no parque.

Jack agora se move melhor e se interessa por esquilos, às vezes perseguindo-os, mas depois volta ao seu caminho e espera pela irmã. O cachorrinho nunca tratou a irmã como uma raposa, sempre como sua equivalente.

Três irmãos adotivos

Leia também: Cadela surda e cega dá apoio para animais que não encontram um lar adotivo

Porém, apesar de se darem muito bem, nem tudo é flores e às vezes se chocam, como qualquer casal de irmãos. Mas, mesmo que briguem entre si, Jack está sempre lá para cuidar dela, afinal, ele sempre será seu irmão mais velho e guia especial.

Ana acredita que Jack provavelmente precisará usar rodas para o resto da vida, embora agora ele ande melhor do que antes e tenha se tornado mais independente.

A veterinária espera que, à medida que Jack se recupere, ele continue a sendo o protetor e guia da Abóbora por muito tempo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *