Cadela prestes a ser sacrificada implora para que a adotem e seu pedido é finalmente ouvido

É muito comum ver o caso de pessoas que não queriam adotar nenhum animal, mas quando finalmente acontece percebem que era tudo o que faltava em suas vidas. Foi exatamente o que aconteceu com o casal Jon e Kayla Patel.

Quando foram fazer uma pequena visita a um abrigo, eles não estavam totalmente convencidos de que queriam adotar um cachorro. Entretanto, entre os vários cães latindo e pulando nas gaiolas, um especial chamou a atenção do casal e os fizeram mudar de ideia. Era ninguém menos que Kayla, uma jovem pit bull que não se mexia.

Leia também: Cadelinha husky rejeitada aguarda adoção em abrigo: ‘Procura alguém que a ame como ela é’

“Fui até sua gaiola e ela colocou sua pequena pata para fora, e quando estendi minha mão para baixo, ela enfiou sua pequena pata para fora da gaiola e eu a agarrei. Depois disso, liguei para Kayla e disse: ‘Precisamos adotar essa cadela'”, relatou Jon ao portal The Dodo.

A pequena pit bull foi abandonada por seu antigo dono, que alegou que ela não era mais “fofa”. Como ela cresceu e deixou de ser filhote, ele decidiu entregá-la ao abrigo. O pobre animal, renomeada como Ellie por Jon e Kayla, seria sacrificada no mesmo dia, mas Jon convenceu o abrigo de segurá-la até a segunda-feira seguinte, que era o primeiro dia em que ele poderia buscá-la.

“Disseram que, se não viéssemos na segunda-feira, eles teriam que colocá-la para dormir. Ela tem apenas um ano de idade e, se a colocassem no chão, seria um desperdício de vida”, contou ele.

Fiel à palavra, Jon e Kayla voltaram na segunda-feira seguinte, trazendo Ellie para casa com eles. Assim que abriram a porta, estava claro a felicidade de Ellie ao ser adotada. Ela estava correndo por todo o apartamento, pulando e no sofá.

Ellie se adaptou rapidamente à sua nova vida e agora segue seus humanos por toda parte. “Ela nunca vai perder você de vista. Mesmo que você saia sorrateiramente da sala, ela está vindo atrás de você porque quer ficar de olho em você. Acho que ela simplesmente nos ama e quer estar perto de nós o tempo todo.”

Infelizmente, nem todos compartilham o amor de Jon e Kayla por Ellie. O preconceito com pit bulls é enorme, tanto no Brasil, quanto ao redor do mundo. Nos estados americanos de Denver, Colorado e Flórida, por exemplo, essa é uma das raças que foram completamente banidas. Quem desrespeitar a lei pode até mesmo ser multado.

“As pessoas atravessaram a rua para evitar andar perto dela porque ela é uma pit bull. Também recebemos muitos olhares e pessoas murmurando sobre ela. Mas ela literalmente apenas caça borboletas o dia todo. Ela não vai machucar ninguém”, contou sua dona.

Leia também: Cãozinho dálmata que era agredido pelo dono comemora 10 meses de adoção com nova família

Além disso, o casal também revelou que estava apreensivo em trazer um cachorro para casa, mas agora que ela foi adotada, sentem que a família não estaria completa sem ela.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *