Pit bull que passou por maus tratos encontra amizade inesperada em coelha gigante: ‘Conexão instantânea’

Quando a amizade é genuinamente verdadeira, não há tempo, distância, raça e até mesmo espécie que possa impedir. Se cães e gatos podem se tornar melhores amigos, não há razão para pensar que entre um cão e um coelho seria diferente. Até quase como irmãos de mães diferentes. pit bull

Grace passou por maus tratos e foi usada para brigas de rua por seus antigos proprietários, que a abandonaram amarrada a uma árvore. Junto com sua nova família, ela entendeu que o amor atravessa qualquer barreira.

Leia também: Golden retriver bondoso dá carona de volta à costa para pequena marmota encalhada

Quando Mindy Hayes da Pensilvânia (EUA), adotou sua coelha Sophie no ano passado, ela sabia que tinha que tomar certas precauções ao apresentá-la aos seus outros animais de estimação. O ciúme e o medo do desconhecido podem ser empecilhos nesses casos, e às vezes os animais reagem instintivamente, rejeitando o recém-chegado.

A maior preocupação de Mindy era Grace, uma cadela pit bull de 2 anos. “Grace teve uma infância difícil. Antes de ser resgatada, ela foi usada para brigas de rua e posteriormente encontrada amarrada a uma árvore, sozinha”, disse Hayes ao portal de notícias animais The Dodo.

O que ela não sabia que é surgiria uma conexão instantânea entre elas. “Elas farejaram uma a outra e, a partir daí, tudo floresceu”, disse ela. As duas novas irmãs tornaram-se inseparáveis ​​desde então. Onde quer que Sophie pulasse, Grace corria atrás dela. Elas se davam tão bem que até começaram a se limpar e dormir juntas no sofá da casa.

“Eu não posso separá-las. Grace segue Sophie em todos os lugares, deitada ao lado dela no sofá e lambendo sua cabeça. Grace lambe Sophie até que fique encharcada, se ela permitir!”, continua a mulher.

Como os cães, os coelhos também são muito sociáveis, o que significa que estabelecem um vínculo muito especial com os humanos e outros seres vivos. Nesse caso, com uma pit bull. E deixar ser limpada por outra pessoa ou animal é definitivamente um sinal de confiança e carinho de sua parte.

“Saber que Grace passou por maus tratos e ainda ama todos ao seu redor, especialmente um coelho, é uma demonstração de como os cães são genuínos. Ela quer ser amiga de todos que encontra”, disse Hayes.

Leia também: Cachorro que usa cadeira de rodas vira amigo de raposa cega e se torna seu cão-guia

“Sophie adora sentar no sofá acima de nós, e ela lambe nossas mãos enquanto a acariciamos. Ela é muito sociável e feliz”, ou seja, a combinação perfeita para uma cadela tão feliz quanto Grace.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *