Fotógrafo sem recursos distribui comedouros e bebedouros para animais de rua em sua cidade

Mesmo com poucos recursos, sempre conseguimos ajudar os mais necessitados, é preciso apenas olhar para o lado certo da moeda. Esse jovem argentino fez exatamente isso, com pouco, ele conseguiu impactar e melhorar a vida da grande maioria dos cães e gatos de rua.

Um jovem instalou comedouros para cães de rua em Junín de los Andes

Leia também: Vendedor ambulante no México divide sua marmita com cães de rua

Por conta de seu trabalho, o fotógrafo e técnico de internet Patricio Sánchez, de 26 anos, passa muito tempo trabalhando nas ruas. Com isso, ele pode conviver e ver com os próprios olhos a situação crítica e deprimente dos animais de rua.

Usando sua generosidade, Patricio resolveu tentar mudar a sociedade pouco a pouco. Sua atitude foi criar comedouros em sua pequena cidade natal, Junín de los Andes, no sudoeste da Argentina. “Há muitos cachorros na rua e eles estão com fome e frio. Isso é para ajudá-los um pouco”, disse ele ao portal de notícias LM Neuquén.

Por mais que quisesse adotar todos os peludinhos da rua que via pela frente, Patricio não tinha condições e por isso teve a brilhante ideia de, por si mesmo, fabricar e instalar quatro comedouros e bebedouros ao redor de sua cidade.

“Tive a ideia há muito tempo, mas não me atrevi a concretizá-la”, explica ele. “Há poucos dias conheci uma pessoa que, diante de uma situação triste em minha vida, me ajudou a progredir e me deu forças para realizar este projeto.”

Mesmo com a ajuda de uma espécie de patrocinador, o dinheiro não foi suficiente para fazer coisas elaboradas e com materiais caros. Por isso, ele utilizou canos e cotovelos de PVC, que facilitava o abastecimento de ração e água, e uma tampa que impede o alimento de molhar com a chuva e a entrada de insetos.

O jovem fez isso com muito amor e carinho, e ainda teve o capricho de pintá-los e decorá-los com patinhas, deixando ainda mais atrativos para aproximação dos peludinhos e chamando a atenção de quem passa.

Com isso, Patricio espera que a comunidade faça sua colaboração e mantenha os dispositivos abastecidos, tomando cuidado para que nenhuma pessoa de má índole envenene os alimentos.

Mas enquanto os animaizinhos de rua não conseguem um lar confortável, eles poderão se deliciar com comida e água fresquinha sempre que sentirem necessidade. De acordo com o jovem, os cães e gatinhos estão sabendo muito bem aproveitar o espaço reservado.

Leia também: Casal visita abrigo e decide adotar todos os 265 cães pelas suas péssimas condições de vida

Esperamos que outras pessoas se inspirem na atitude bondosa de Patricio e faça isso em sua cidade!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *