Cadela traumatizada é adotada por família afetuosa e mostra sua personalidade amigável

Felizmente, mesmo após sérios casos de maus tratos, alguns animais tem a sorte de cruzar o caminho de verdadeiros anjos. Assim como a cadela Clementine, que estava a apenas dois dias de passar pela eutanásia quando Chelsea Elizabeth Cossairt viu sua foto online.

Leia também: Cachorrinho sobrevive a injeção letal de eutanásia e é adotado por mulher nos EUA

A cadela havia sido encontrada semanas antes pelo controle de animais vagando pelas ruas do sul da Califórnia, num estado que comoveu seus resgatadores. Devido a seus inúmeros problemas de saúde, ela foi colocada no ‘corredor da morte’ no abrigo, mas algo tocou o coração de Chelsea, que enviou um pedido de adoção.

“A voluntária no Ginger’s Pet Rescue estava chocada e em lágrimas porque estávamos interessados ​​nela”, disse Chelsea ao portal de notícias The Dodo. “Ela nos contou que, das centenas de solicitações de cães que receberam nas semanas que passaram, nenhuma foi para a Clementine.”

A equipe de resgate explicou que, nas condições de Clementine, a cadela tinha uma estrada longa e imprevisível pela frente. Mas Chelsea já sabia que ela faria qualquer coisa para ajudar a cadela abandonada a se curar e ter a vida que realmente merece.

Quando a estadunidense finalmente conheceu a cadela pessoalmente, ficou claro que ela nunca havia conhecido o amor antes. “Clementine tinha pavor de pessoas e não olhava ninguém nos olhos”, disse a mulher. “Ela tremia o tempo todo, se escondia atrás dos móveis e ficava sentada de frente para a parede por meses.”

Ironicamente, a cadela conseguia confiar em outros cães e imediatamente se juntou com seus novos irmãos caninos, Moose e Maple. Foi nesse momento que Cossairt pode ver um vislumbre do animal feliz que Clementine poderia vir a ser.

Após várias consultas com o veterinário e meses de tratamento para infecções e alergias, a cadela finalmente começou a se sentir melhor e parou de tremer. Ela até ganhou coragem o suficiente para olhar seus pais humanos nos olhos.

Agora, já se passaram sete meses de sua adoção e a transformação de Clementine fica claro a qualquer um que conhece sua história. De acordo com sua dona, olhar amorosamente para sua mãe se tornou a nova coisa favorita de Clementine.

“Ela adora olhar profundamente em nossos olhos enquanto a acariciamos e é muito atenciosa quando falamos com ela”, disse a mulher. “Ela ainda desconfia de gente nova e às vezes fica assustada com a gente se nos movermos muito rápido ou chegarmos atrás dela, mas ela chegou tão longe.”

Agora, Clementine é como um cão totalmente novo: cheio de curiosidade e brincadeira, como se estivesse vivenciando a fase de filhote que nunca teve. Mas o mais importante, ela finalmente se sente segura por estar em um lar confortável.

“Ela deita aos nossos pés quando trabalhamos em casa e adora esfregar a barriga depois de finalmente nos expor para animais de estimação no mês passado”, disse Cossairt. “Ela é tão parecida com um filhote que às vezes nos perguntamos se ela chegou a ser um.”

Leia também: Cadela abandonada pelos donos no quintal de casa é resgatada e passa por transformação

Agora, ela faria qualquer coisa por sua família e eles não conseguem imaginar sua vida sem ela. “Nós poderíamos dizer muito cedo que ela só quer amar e ser amada em troca. Ela é leal e protetora conosco e nos segue por toda parte”, finaliza sua dona.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *