Depois de passar dois anos em abrigo, pit bull é adotado e ganha família canina: ‘Não para de sorrir’

Grande parte da população acreditava erroneamente no estereótipo que os pit bulls são perigosos e cães para se manter cuidando da casa. Talvez isso se deva ao estilo de vida a que foram expostos, caçando ou às vezes até lutando entre si. pit bull

Mas aqueles que lhes deram um lar acolhedor viram que existe um grande amor que habita neles e estão dispostos a compartilhar. Meaty é um pit bull que foi resgatado das ruas da Califórnia (EUA) há mais de 7 anos pela equipe de resgate de Fresno Bully Rescue.

Leia também: Labrador doce que sofreu maus tratos de menino de 12 anos recebe prêmio Hero Animal

De acordo cos voluntários, Meaty ficou um tanto traumatizado ao ser resgatado, mas o cuidado da equipe responsável permitiu que ganhassem confiança. Ele foi desenvolvendo sua personalidade e com um grande sorriso, finalmente foi acolhido por uma família amorosa.

Desde 2014, quando foi resgatado, Meaty passou dois anos no abrigo, sempre esperançoso, até que em 2016 foi adotado por Lisa Reilly, que se apaixonou ao ver sua foto nas redes sociais. Ela havia perdido um pit bull meses antes de adotá-lo e viu algo especial no sorriso de Meaty que a encheu de vida.

Era uma tarde ensolarada quando ela veio ao abrigo para encontrá-lo e o encontrou deitado sob o sol escaldante. Essa cena capturou seu coração! “Fresno Bully Rescue fez um ótimo trabalho cuidando de Meaty desde a primeira vez que o vi até que fui capaz de levá-lo para casa”, disse Lisa.

Desde que chegou em sua nova casa, Meaty tem se divertido muito morando com outros pit bulls resgatados e tem dois outros irmãos mais novos de outras raças. São uma família completa, com quem podem brincar e divertir-se todos os dias, fazendo deste espaço um mundo de aventura.

O melhor de tudo é que ele curte muito as câmeras, toda vez que Lisa pede para ele posar, Meaty mostra seu melhor sorriso, o que o leva a ter mais de 153 mil seguidores nas redes sociais.

Para Lisa, que tem 3 pit bulls adotados morando com ela, ela sabe que eles são cachorros fofos e que a violência ou o perigo só existem quando há algum tipo de abuso. Algo que ninguém sofre naquela casa cheia de amor.

Leia também: Pit bull pula de felicidade em homem que a resgatou de situação de maus tratos

“Ele é realmente um filhinho da mamãe e só quer estar ao meu lado o tempo todo”, finalizo Reilly. “Você realmente não pode ter um dia ruim quando ele está por perto. Eu desafiaria qualquer um a não sorrir por estar perto dele.”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *