Cãozinho paraplégico que vagava pelas ruas do Afeganistão é adotado por tutora amorosa

As pessoas costumam ignorar cães com deficiência quando estão pensando em adotar um novo animal de estimação. Entretanto, esse ato de crueldade silenciosa faz com que cãezinhos como Mazar passem anos à procura de um lar. paraplégico

Felizmente, Helene Svinos entrou na vida desse cachorro paraplégico que foi resgatado das ruas do Afeganistão. Além de perder duas pernas, é quase impossível dizer que seu passado é trágico só de olhar para ele.

Leia também: Cão deficiente que vagava nas ruas da China é adotado por ativista canadense e se recupera

Em meados de 2014, Mazar foi atropelado por um carro, que infelizmente esmagou suas duas pernas traseiras. O cruel motorista não parou para prestar socorro e ele foi deixado vagando pelas ruas do Afeganistão sozinho.

Felizmente, o cachorrinho inteligente acabou encontrando uma clínica veterinária, onde passou por um tratamento adequado. Os veterinários fizeram tudo o que puderam para ajudar Mazar, mas não podiam fazer muito com seus recursos limitados. Então, eles fizeram a única coisa que conseguiam: pedir ajuda.

“Mazar foi encontrado nas ruas com as pernas gravemente feridas que foram consertadas e fundidas”, contou Helene. “Ele obviamente foi atropelado por um carro e sofreu ferimentos bastante traumáticos onde suas pernas foram esmagadas.”

Para a nossa alegria, Louise Hastie, voluntária do War Paws (Reino Unido) deu um passo à frente e se colocou à disposição! Esta incrível organização ajuda cães em áreas de conflito civil, tornando Mazar o cão perfeito para resgatar.

cães deitados na cama juntos

O pequeno foi rapidamente transferido de país após ter feito uma cirurgia para remover suas duas pernas traseiras. A operação foi um sucesso e ele logo estava voltando ao seu jeito alegre, mas continuava sem um lar.

Nesse momento da história que Helene entra na vida de Mazar! Ela viu o cãozinho pela primeira vez em um vídeo postado na internet. Embora ela já tivesse cinco cachorros, dois gatos e um coelho, simplesmente não conseguia parar de pensar em Mazar.

Por isso, não demorou muito para que ela ligasse para sua amiga Louise e desse início ao processo de adoção. Agora, está sua nova casa há cerca de seis anos e não poderia estar mais feliz! Ele até adora correr, recusando-se a usar qualquer tipo de roda ou auxiliar de caminhada.

“Ele não foge, apenas se levanta nas patas dianteiras e pode realmente andar quando quer”, disse Helene. “Se ele tivesse três pernas, nunca teria permissão para perder a guia porque é muito rápido.”

cachorro sorrindo

É claro que a vida de Mazar mudou para melhor quando ele entrou na família de Helene, mas o oposto é tão verdadeiro. Isso se tornou especialmente aparente quando a pandemia começou e a quarentena entrou em vigor.

Helene é muito grata por sua família e espera que mais pessoas considerem abrir suas casas para animais de estimação com deficiência. “Maz é apenas uma estrela completa e absoluta”, disse ela. “Você não pode se sentir triste ou infeliz perto dele, pois está cheio de alegria, exceto quando está chovendo.”

Leia também: Cachorro cego, deficiente e idoso com história de vida triste é adotado por adestradora de cães

“Tenho um amor especial por cães deficientes e acho que as pessoas estão preocupadas com a possibilidade de terem problemas, mas isso não é verdade”, finaliza. “Eles são esquecidos com frequência, mas podem viver uma vida plena e feliz.”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *