Idoso de 74 anos luta com crocodilo para salvar seu cãozinho

Esse idoso não pensou duas vezes antes de lutar com um crocodilo para salvar seu cãozinho que havia sido atacado e caído no lago.

Em Estero, na Flórida (EUA). Richard Wilbanks, um senhor de 74 anos salvou seu filhotinho, chamado Gunner, com apenas três meses de idade, de ser devorado por um crocodilo.

Leia também https://adoteumcachorro.com/index.php/2021/01/03/cachorrinho-ganha-colo-e-carinho-de-ladrao-enquanto-casa-e-invadida-e-assaltada/

Os dois caminhavam juntos quando de repente o cãozinho foi atacado pelo réptil. Segundo a emissora WINK, o homem se moveu rapidamente, pulou no lago e pegou o cachorrinho. “O crocodilo saiu da água como um míssil. Nunca pensei que um crocodilo fosse tão rápido”, disse o homem.

As imagens do dramático resgate foram capturadas no dia 25 de Outubro por uma câmera da Florida Wildlife Federation.

Richard contou que quando o crocodilo agarrou seu cachorro e o arrastou para o lago, seu instinto e adrenalina aumentaram muito. Sem pensar em nada, ele imediatamente pulou na água para salvar seu animal de estimação. O idoso considerou esse encontro como uma experiência de aprendizado.

O réptil tinha cerca de 60 cm, o que Richard considera sorte, pois não foi difícil segurar o crocodilo.

Para se ter uma ideia, um crocodilo com mais de 1,2 m, é considerado uma ameaça real. Em qualquer caso, é quase impossível abrir a mandíbula da fera. Richard primeiro pegou o crocodilo e o transportou para a margem. Então ele enfiou a mão na boca do réptil  e começou a forçá-la para abrir.

Logo, sua boca se abriu o suficiente para permitir que Gunner escapasse. Apesar do susto, o pequeno cãozinho teve um ferimento na barriga e ficou bem depois de ir ao consultório do veterinário. A mão do idoso estava mastigada, mas ele foi ao médico para tratar do ferimento e tomar uma vacina antitetânica e agora passa bem. 

Leia também: https://adoteumcachorro.com/index.php/2020/12/31/25-fotos-de-cachorros-que-parecem-estar-sorrindo-de-verdade/

Confira, abaixo, o vídeo arrepiante:

Meredith Budd, diretora de política regional da Florida Wildlife Alliance, disse que Richard Wilbanks é voluntário em um programa educacional chamado “Compartilhe o cenário”. O movimento faz parte da Fundação Stop, que tem como missão ensinar conhecimentos sobre a convivência com a vida selvagem. “Acho que a última mensagem é que precisamos respeitar a vida selvagem e tomar todas as precauções necessárias, especialmente quando você vive na interface onde vivem os residentes da comunidade e onde há animais selvagens perambulando por ela”, disse Budd.

O idoso concorda com esta missão e afirmou que não desejava remover ou destruir os crocodilos do lago. Ele disse: “Eles fazem parte da natureza e de nossas vidas.” Ele ainda quer levar Gunner para passear, mas mantém o pequenino na coleira, a 3 metros do lago. “Nossos animais de estimação são como nossa família”, disse ele.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *