Homem é preso e multado em R$ 6 mil, você não imagina o que ele fazia!

No domingo de carnaval, 14/02, a Polícia Militar Ambiental recebeu uma denúncia de que um homem estava cometendo crime de maus tratos a dois cães, em Itapeva, no bairro Vila Camargo II.

De acordo com os policiais que atenderam a ocorrência, os dois cachorros estariam acorrentados no local.

Quando a polícia chegou ao local, o suspeito liberou a entrada dos policiais e acompanhou a fiscalização feita pelos agentes na residência.

O homem admitiu que os animais foram amarrados como forma de correção. Segundo ele, os cachorros tiraram a roupa limpa do varal, que sua mulher tinha acabado de lavar.

Ao fiscalizar o quintal, a polícia ambiental constatou que os dois cães estavam presos por correntes curtas e amarradas diretamente no pescoço do animal, o que significa que eles estavam sem coleira.

De acordo com relatos dos policiais, embora as condições sanitárias da área sejam aceitáveis, os dois animais estão debilitados e desnutridos, necessitando de cuidados especiais do veterinário.

O dono desses animais, T. S. M., disse que não levou os cachorros ao veterinário porque não tinha condições financeiras para levá-los. Diante dessa situação, o centro de controle de zoonoses foi acionado e o supervisor da equipe comprovou o abuso.

Os dois cãezinhos foram recolhidos e também foi elaborado um auto de infração municipal.

Assim que o crime foi constatado, a equipe transferiu o suspeito para a Delegacia de Itapeva, onde prestou depoimento e foi detido, enquanto aguardava audiência de custódia.

A pedido da Polícia Ambiental, foi lavrado auto de infração ambiental no valor de R $ 6.000, sendo que o réu responderá livremente sobre a agressão nos termos do artigo 29 da Resolução SMA-048/2014 e da Lei Federal nº 32 9.605 / 98 , que que fala sobre a prática de abuso, maus-tratos, lesão ou destruição de animais selvagens, domésticos ou domésticos, nativos ou exóticos.

A pena, nesses casos, é de detenção de três meses a um ano e multa.

Os cãezinhos foram conduzidos ao Centro de Coleta de Animais de Itapeva, onde serão tratados.

Porque algumas pessoas maltratam animais?

Em pesquisas realizadas por psiquiatras em penitenciárias norte-americanas, criminosos descreveram os motivos para a realização desses atos, sendo eles, resumidamente:

1) controlar o animal;

2) punição por um comportamento do animal;

3) satisfazer um preconceito contra espécie ou raça (cobras, ratos, gatos pretos);

3) expressar agressão;

4) chocar as pessoas – como diversão;

5) vingança de outra pessoa;

6) descarregar sua raiva de uma pessoa no animal;

7) sadismo.

De acordo com a chamada Teoria do Link, ( Esta Teoria é utilizada pelo Federal Bureau Investigation, FBI, e, para esta Teoria, há ligação entre violência contra pessoas e maus-tratos à animais, maus-tratos a animais podem indicar a ocorrência de violência doméstica e até mesmo a existência de um possível serial killer.

Isso porque a violência doméstica e a crueldade animal estão intimamente conectadas umas às outras, e o círculo da violência continuará até que seja quebrado.

Esperamos que todo crime de maus-tratos a animais seja punido. Nossos animais merecem somente amor e cuidados!

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *