Cãozinho resgatado espera por permissão para poder entrar em sua casa!

Muitos cães sabem que uma casa é seu lar, mas um cãozinho de rua, chamado Boomer, tinha dificuldade em acreditar que a sorte o convidou para entrar.

No mês passado, Samantha Zimmer, que resgata e cria cães adotivos em Houston, Texas, recebeu uma mensagem de uma mulher que alimentava vários animais abandonados, em uma praça, todos os dias. 

Quando Samantha soube que uma grande tempestade de neve estava se aproximando, ela decidiu que tentaria resgatar o máximo de cães que pudesse.

Nós pegamos três cães daquela matilha naquele dia e Boomer, nome que recebeu, era um deles”, Samantha disse. Ele deu um pouquinho de trabalho, já que era muito tímido para se aproximar de nós”.

Estava claro que o pobre cãozinho teve uma vida difícil nas ruas. 

Ao passar por uma consulta, o veterinário descobriu que ele era positivo para dirofilariose, (doença do verme do coração), tinha uma fratura não tratada em uma das pernas e, em algum momento, foi baleado por uma espingarda de chumbo.

Mas talvez a coisa mais triste e dolorosa nessa história, era que o pequenino se sentia completamente humilhado, se sentindo constrangido e esperou receber permissão para entrar na casa de Samantha, não importava quanto encorajamento recebesse.

Como você pode ver no vídeo abaixo:

View this post on Instagram

A post shared by Samantha Zimmer (@streetlifetothesweetlife)

Um dia eu estava saindo para o trabalho e queria ver se ele entrava sozinho. Na verdade, nós o carregávamos para dentro a maior parte do tempo”, disse Samantha. Ficou claro que ele nunca tinha entrado em uma casa, mas sentia vontade de entrar” .

Samantha passou o último mês tentando ganhar a confiança de Boomer, mostrando a ele que agora era um cãozinho doméstico, que tinha uma família amorosa e sempre seria assim de agora em diante.

Uma pata de cada vez, Boomer está começando a entender que é querido e amado. 

Agora, ele entra lentamente pela porta, primeiro verificando com Samantha, se está tudo bem.

O peludinho adora seus momentos de aconchego no sofá com sua família temporária.

O cãozinho, agora amado e seguido por vários internautas, ganhou até torcida para passar pela porta adentro:

Os garotos usaram o TIKTOK para fazer dueto com Boomer, torcendo fervorosamente para que o pequenino atravesse a porta.

Samantha tem certeza de que quando Boomer estiver pronto, ele não terá problemas para encontrar uma família só para ele.

Boomer é o cara mais doce e amoroso”, disse Samantha.

Conheça mais sobre a dirofilariose:

Mais conhecida como “Doença do coração”, é uma zoonose grave. Ela leva cães e gatos à morte e pode ser transmitida para os seres humanos.

De acordo com a American Hearthworn Society, a Dirofilariose Canina foi diagnosticada em todo o mundo, incluindo todos os 50 estados dos EUA. No Sudeste do Brasil, especialmente no estado do Rio de Janeiro, estima-se que mais da metade dos cães (domésticos e de rua) esteja infectada com o “verme do coração”.

Essa doença é transmitida por mosquitos de várias espécies, inclusive o Aedes aegypti, transmissor da Dengue, Zica e Chikungunya.

Uma característica do Dirofilaria immitis é o seu grande poder de reprodução e sua longevidade. Eles podem viver até 7 anos dentro do animal hospedeiro. Ao longo da vida, os vermes se deslocam e costumam chegar ao coração. Assim, a Dirofilariose passa de uma doença respiratória para uma doença cardíaca.

Depois de instalada a doença, o tratamento da Dirofilariose com medicamentos é longo e complexo. Nos casos mais graves, em que a quantidade de vermes presentes no pulmão e coração é muito grande, pode-se optar pela remoção cirúrgica. No entanto, dependendo do estado de saúde do animal, o tratamento pode representar um grande risco de morte. Por isso o melhor caminho é, sem dúvidas, a prevenção.

Vamos ficar atentos, sempre cuidando e tratando de nossos animais de estimação.

Fonte: The dodo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *