Cadelinha que perdeu seus filhotes, adota 3 gatinhos recém-nascidos!!

Na natureza, tudo é possível. Muitas vezes, os animais são capazes até de adotar bebês de outras espécies, embora sejam muito diferentes.

É o caso de uma cadelinha que perdeu seus filhotes e adotou três gatinhos minúsculos que precisavam de uma mãe.

Stacee Jones, uma salvadora de animais, que cuidou de mais de 100 cães e gatos, disse que pensou ter visto de tudo, até o dia que levou alguns animais para o abrigo Jelly’s Place, um complexo na Califórnia, onde ela trabalha.

A princípio, Stacee recebeu um telefonema para ajudar uma cachorrinha que estava abandonada atrás de uma lixeira, na rua. Infelizmente, a pobrezinha tinha acabado de perder seus filhotes, então ela a resgatou.

Stacee tinha acabado de receber a doce mamãe quando o resgate ligou e perguntou se ela poderia alimentar com mamadeira três gatinhos recém-nascidos que haviam perdido a mãe.

Então, os funcionários perguntaram a Stacee se eles poderiam colocar aqueles três recém-nascidos junto com a cadelinha que havia perdido seus filhotes. Parecia uma missão difícil, mas Stacee aceitou.

Era uma chance remota e Stacee precisava proceder com cautela, mas talvez, (era apenas uma suposição), a cadelinha cuidaria dos gatinhos. Quando eles chegaram, Stacee decidiu seguir em frente.

“Tive muito cuidado… sentei ao lado da mãe canina e coloquei com um gatinho perto dela. Lentamente mostrei a ela o gatinho para ver a reação da cadelinha. Tive medo de que ela rosnasse ou não aceitasse muito bem”, disse Stacee.

A mulher prendeu a respiração, pronta para recuar ao menor sinal de rejeição. Em vez disso, um milagre aconteceu.

Uma coisa maravilhosa. “A mamãe aceitou o primeiro gatinho imediatamente e ela o lambeu”, disse Stacee.

“Ela pegou o primeiro gatinho imediatamente e o lambeu”, completou Stacee.

Depois de certificar-se de que a cadelinha parecia confortável, Stacee apresentou os outros dois gatinhos.

“Ela se deitou e os aninhou em sua direção”, disse Stacee.

“Ela os deixou mamar. Foi o seu instinto maternal. Ela soube o que fazer imediatamente, foi muito emocionante”.

Foi assim que a cachorrinha assumiu uma postura “maternal”, segundo Stacee, e passou a amamentar os gatinhos.

Ela disse que naquele momento começou a chorar. “Eu estava tipo, ‘Isso é tão lindo. Eu nunca vi pessoalmente nada parecido com isso. Tudo veio junto tão rápido, como era para acontecer”, Stacee disse, animadamente.

Os três gatinhos estão crescendo com sua “mamãe” e estão esperando para serem adotados.

Stacee disse que eles às vezes se comportam mais como um cachorro do que como um gato, mas que já forjaram sua personalidade e habilidades sociais.

Olha que coisa mais linda, no vídeo abaixo:

“Eu fiquei tipo, ‘Isso é tão lindo'”, disse ela. “Eu nunca vi nada parecido com isso. Tudo aconteceu tão rapidamente, naturalmente” .

A nova família mudou-se para uma grande caminha, e a cadelinha, agora chamada Keeper, cuidou dos gatinhos por cinco semanas.

“Ela os aceitou no primeiro dia e os amou como se fossem seus”, disse Stacee. “É tão comovente. Eles realmente precisavam uns dos outros, e são gatinhos saudáveis exatamente ​​por causa disso“.

Stacee agora está começando a desmamar os pequeninos e a apresentá-los à comida úmida. Ela se pergunta se Keeper percebe que os gatinhos não são exatamente seus bebês de verdade.

“Eles são espécies diferentes e não se importam com isso”, disse Stacee. “É tão especial. Eles só querem dar e receber amor incondicional”.

Keeper já foi adotada, e os gatinhos, Marshmallow, Oreo e Cookie, estarão prontos para adoção em breve. Stacee disse que eles são muito socializados e têm muitas tendências caninas.

De todos os animais que Stacee cuidou, Keeper e seus gatinhos foram os que mais aqueceram seu coração.

“Não sei como colocar em palavras ainda”, disse ela. “É uma coisa tão linda. Eu tinha muita esperança de que isso acontecesse, mas também pensei: ‘Isso é loucura, isso não vai funcionar.’ Mas Keeper não se importava de onde eles vieram, ela apenas sabia que eles precisavam de uma mãe e os adotou”.

Essa história só nos comprova uma coisa:

Ainda temos muito que aprender com os animais.

Compartilhe essa emocionante história com seus amigos e familiares.

Fonte: top13

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *