Câmeras de segurança flagram cadelinha implorando para não ser abandonada!!

Você ousaria deixar de lado aquele ser que confiou cegamente em você, a ponto de lhe dar toda a sua amizade e amor incondicional?

Foi o que aconteceu com uma doce cadelinha, cor de caramelo, que foi deixada por seu humano, sem nenhuma consideração, para fora de um pet shop, em Franca, São Paulo.

Pitchuca, como é chamada pelo pessoal do pet shop, é apenas um cachorrinho indefeso. Porém, seu tutor,  sem um pingo de consideração, nem se importou sua tenra idade, quando chegou à entrada da loja, naquela manhã, de 16 de fevereiro, para abandoná-la ali.

A pequena peluda caminhava feliz, presa pela guia com a qual seu humano a carregava.

Pitchuca acreditava que era uma caminhada matinal. Ela nunca imaginaria que, aquele que ela tanto amava, que deveria cuidar e respeitá-la para sempre, pegasse a coleira que a carregava e amarrasse na entrada da loja.

Lá ele a deixou, sem olhar para trás e, para não ser identificado , esse homem sem coração ainda se deu ao trabalho de escolher bem sua roupa: vestia camiseta com capuz e também óculos escuros.

Pitchuca tentou se desvencilhar da coleira para alcançar o homem que a estava deixando para trás.

A pobre cadelinha não conseguia entender o que estava acontecendo, por que seu pai humano estava deixando o lugar sem ela?

Desesperada, ela começou a correr, na esperança de quebrar a coleira e alcançar seu amado dono.

Todas as tentativas da pequenina foram em vão. Seu humano tinha partido e ela ficou ali, sem entender, na esperança de que alguém chegasse na área para libertá-la.

Veja, no vídeo abaixo, o momento em que o indivíduo, sem nenhuma compaixão, abandona a cachorrinha no petshop:

https://www.facebook.com/sam.dediaz.3/videos/945194492921785/?t=67

A pobrezinha, então, foi resgatada pela dona do estabelecimento e a veterinária do local, Franciele de Camargo Ferreira, ao fazer uma consulta, percebeu que a cadelinha apresentava sinais de maus tratos.

A pequenina estava cheia de carrapatos, que chegavam a cair dela e também, após ter feito um ultrassom, foi diagnosticada uma infecção grave no útero.

“Eu precisei, urgentemente, dar um comprimido contra carrapatos. Por onde ela passava, caíam carrapatos”, disse a veterinária.

A infecção que a cachorrinha apresentava era tão grave que precisou ser operada. No entanto, a veterinária continuou realizando testes para evitar que sua vida corresse risco durante a intervenção cirúrgica.

“Vamos ter que operar, mas ainda estou esperando o resultado dos exames de sangue. Se o exame de sangue der muito ruim, a gente tem que estabilizar e depois operar, para não arriscar a sua vida”, disse a especialista.

Não é justo que um ser tão indefeso fique desamparado de maneira tão indiferente. Que o culpado seja punido e esperamos, de coração, que a Pitchuca encontre o lar que ela merece, cheio de amor, respeito e cuidados.

Compartilhe essa história com seus amigos e familiares.

Fonte: Zoorprendente

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *