Garoto adotado escolhe missão especial em abrigo!! “Eu sei como é não ser amado”!!

Você vai conhecer agora a história de Conheça Robbie Gay, de 8 anos.

Este menino adotado ama cães, como a maioria das crianças, mas ele não está interessado em filhotes.

Robbie prefere adotar cães idosos. Se o garoto chegar Sociedade Humana do Condado de Flagler, na Flórida, e  alguém para ele escolher um favorito, ele vai procurar o mais velho, com menos chances de ser adotado.

“Há algo nos cachorros idosos que eu simplesmente gosto mais”, disse Robbie.

Além disso, em situações mais tristes, um divórcio ou um novo filho na família podem resultar em donos abandonando seus cães idosos.

A dura realidade é que cerca de 700.000 cães são eutanaziados nos EUA a cada ano, e muitos deles são idosos.

Quando perguntado se ele se via em seus cães favoritos, sua resposta foi curta e simples: “Sim, senhor”.

De acordo com a mãe adotiva de Robbie, o garotinho sabe bem como é não ser amado e cuidado.

Ela acrescentou que Robbie é “esperançoso, otimista e carinhoso”, mas ele não tem “absolutamente nenhuma razão para ser assim”.

O pobre garoto tinha sido submetido a um tratamento horrível antes de ser adotado. Ele tinha sido tão gravemente abusado, que foi hospitalizado por duas vezes, com lesões cerebrais.

Então, dois anos atrás, tudo mudou quando Maria e seu marido, Charles, o adotaram e levaram Robbie para sua própria casa.

Enquanto a vida parecia muito melhor para Robbie, seu passado ainda o assombrava. Um dos efeitos de tal brutalidade em seus primeiros anos foi que Robbie agora era incapaz de chorar.

Até que, no início do ano passado, quando um dos cachorros de Robbie, já idoso, precisou ser eutanaziado. Foi quando as emoções do Robbie finalmente afloraram.

Depois de chorar muito, Robbie se abriu com sua mãe. Ele disse: “Eu sei como é não ser amado ou cuidado, e não quero que nenhum animal meu se sinta assim”.

“As pessoas não querem cães mais velhos. Eles só querem  filhotes”, disse Robbie.

A mãe de Robbie, Maria, disse: “Ele está tão ciente de que poderia ter sido totalmente diferente para
ele. E Robbie encontrou nesses cães mais velhos uma maneira de praticar a compaixão”.

Robbie espera dar um passo importante no futuro: Seu sonho é adotar crianças mais velhas também.

Até lá, ele continua a mostrar seu empenho e dedicação, adotando tantos cães idosos quanto seus pais permitirem.

Graças ao coração gentil e carinhoso de Robbie, muitos cães da Flórida tiveram uma segunda chance na vida, exatamente como Robbie teve. Até agora, eles têm seis.

Recentemente, eles adotaram um cãozinho, da raça shihtzu, chamado Molly, depois que o dono do cãozinho faleceu.

Desde que essa história foi noticiada pela primeira vez, Robbie se voluntariou na Sociedade Humana do Condado de Flagler, e o garoto se tornou um poderoso defensor de cães mais velhos.

Ele inspirou dezenas de adoções, todas para famílias amorosas.

Que linda história de superação e amor!! Que Robbie seja muito feliz com seus amados idosos…

Compartilhe essa emocionante história com seus amigos e familiares.

Fonte: animachannel

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *