Cãozinho em uma cadeira de rodas se torna cão-guia para uma raposa cega!!

Esta bela história de amizade surgiu quando um cãozinho, da raça West Highland Terrier, chamado Jack, que sofria com um tumor na coluna, causando problemas de mobilidade, e uma pequena raposa, chamada Abóbora, que foi encontrada quase morta com duas pernas quebradas, ambos seriam sacrificados.

Os dois animais têm uma história comum para contar, pois foram resgatados e salvos da eutanásia, devido ao seu estado de saúde.

Ana Lapaz-Mendez, uma veterinária de Londres (Inglaterra), resgatou o pequeno cãozinho e lhe deu um lar adotivo. Por causa de seu problema na coluna, o peludo precisaria de cuidados 24 horas por dia, mas, felizmente, Ana estava mais do que disposta a cuidar dele.

Por outro lado, Abóbora veio até a veterinária com duas pernas quebradas e quase sem vida, mas graças a essa mulher, atenciosa e experiente, ela conseguiu se salvar.

Quando Jack chegou em casa, a pequena raposa já tinha completado um ano, morando na casa de Ana.

Mas desde o primeiro momento, o cachorrinho decidiu que cuidaria de Abóbora, a protegeria de todos os perigos e se tornaria seu irmão.

Dessa forma, o pequeno cão cadeirante e a raposinha cega tornaram-se grandes companheiros e moram juntos na casa de Ana.

Os dois animais ajudam-se mutuamente como é possível ver nas fotografias e vídeos que Ana publica nas suas redes sociais, em que se observa como os dois amam fazer caminhadas, curtindo a natureza. E a Abóbora segue o seu irmão reconhecendo o som da cadeira de rodas e também através do seu cheiro.

View this post on Instagram

A post shared by Ana Lapaz-Mendez (@vet_lapaz)

Aparentemente, o pequeno animal cego aprendeu a seguir o som das rodas da cadeira do irmão mais velho, facilitando seu lindo relacionamento. Jack, por sua vez, gosta de ser o guia da Abóbora e realmente acredita que ele é seu irmão protetor.

A Abóbora segue religiosamente o irmão mais velho, através do som e do olfato, dois de seus sentidos que sobraram. Cada vez que ouve as rodas da cadeira de Jack, ela segue na mesma direção e espera que ele se distancie dela nas caminhadas, Jack é indispensável para ela e os dois sabem o que valem um para o outro.

Quando eles saem para passear no parque, a Abóbora ocasionalmente se distrai, mas o cachorrinho para e espera pacientemente que ela o alcance. Jack é muito protetor e está sempre alerta para qualquer perigo, mesmo quando outros cães ou gatos se aproximam para incomodar a pequena Abóbora, ele os afasta.

Ana disse: “Jack sente a responsabilidade de cuidar dela como um irmão faz com uma irmã”.

Essa bela amizade ficou famosa entre a vizinhança, e os vídeos que Ana publicou no o Instagram se tornaram virais.

Embora no começo Jack não conhecesse a área, ele conseguiu seguir Ana, e depois a raposa o seguiu.

Mesmo à noite eles podem ser vistos caminhando juntos, mostrando que sua relação vai além das caminhadas rotineiras no parque.

Jack agora se move melhor e se interessa por esquilos, às vezes perseguindo-os, mas depois volta ao seu caminho e espera pela irmã. O cachorrinho nunca tratou a irmã como uma raposa.

Porém, apesar de se darem muito bem, nem tudo são flores, e às vezes se estranham, normal, como qualquer irmão. Mas, mesmo que briguem entre si, Jack está sempre lá para cuidar dela, afinal, ele sempre será seu irmão mais velho e guia especial.

Ana acredita que Jack, provavelmente, precisará usar rodas para o resto da vida, embora agora ele ande melhor do que antes e tenha se tornado mais independente.

Na casa há outro cachorro chamado Croqueta, que também toma a sua vez para cuidar da Abóbora e controlar um pouco as travessuras de Jack. Croqueta é um cão sem deficiências físicas, por isso ajuda a encontrar Jack, sempre que ele se perde no mato.

A família costumava passear pelo parque tranquilamente, mas sua fama cresceu tanto que é impossível caminhar sem ser interrompido. As pessoas os veem e imediatamente os reconhecem, vêm cumprimentá-los e ao ver que estão sempre juntos.

Ana comentou: “Sempre há gente demais, então agora caminhamos em áreas mais calmas”.

Porém, todos os seus fãs podem ver a adorável dupla por meio de vídeos, pois suas caminhadas são compartilhadas em diferentes redes sociais.

Ana espera que, à medida que Jack se recupere, ele continue a ser o protetor e guia da Abóbora por muito tempo.

Linda história, não acham??

Compartilhe com seus amigos e familiares.

Fonte: Notasdemascotas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *