Cãozinho rejeitado é salvo de fila da eutanásia e acolhido por médica veterinária atenciosa

A eutanásia de cães é um procedimento legal utilizado em dezenas de centros animais, abrigos e canis dos Estados Unidos para cachorros com doenças terminais ou considerados ‘indesejados’, de difícil adoção. A prática ocorre também como meio de ‘controlar a população’ canina.

O cãozinho Robin quase teve o mesmo fim alguns meses atrás. Mais alguns dias no centro de zoonoses e ele seria submetido à eutanásia também. Se não fosse pelos voluntários da ONG norte-americana ‘Vet Ranch’, o cão dito ‘indesejável’, teria virado estatística.

De acordo com o portal Animal Rescue, Robin foi resgatado das ruas com a perna quebrada e diversas doenças parasitárias. Ninguém queria adotá-lo. Ainda assim, com o auxílio das pessoas que o resgataram, o destino do cachorrinho mudaria para sempre.

Leia também: Cadela Pitbull ataca criminoso que tentou roubar mulher e salva sua vida: ‘Virou minha heroína’

Afável que só ele, o cachorro era capaz de fazer amizade com qualquer pessoa que lhe fosse solícita. Assim, não demorou muito para ser adotado com a ajuda das pessoas certas.

Segundo informações do site ‘Amigo Cão’, foi necessário cerca de um mês para uma família adotante conhecer e assinar toda a papelada burocrática para acolhê-lo.

Uma mulher gentil acolheu Robin, que hoje o ama incondicionalmente e acolhe sua personalidade distinta. “Todos no abrigo estão tranquilos com sua adoção. Eles sabem que eu o mimo e cuido de Robin todos os dias”, afirmou a tutora, que preferiu não ter seu nome revelado, mas trabalha como médica veterinária.

O cachorro não poderia ter sido resgatado em melhor hora. Hoje, após uma vida de altos e baixos, e depois de quase ser submetido à eutanásia, ele foi adotado pela mamãe ideal e vive uma vida bastante confortável, sendo paparicado como nunca.

Leia também: Gatinho recém-nascido vira xodó de família após ser adotado: ‘Ele que nos escolheu’

No Brasil, o órgão responsável pela regulamentação da eutanásia de cachorro e outros animais é o Conselho Federal de Medicina Veterinária. De acordo com o Guia de Boas Práticas do CFMV, a eutanásia em animais é indicada apenas em casos de pets com doenças incuráveis e que estejam em grande sofrimento. Somente!

Saiba mais assistindo ao vídeo abaixo:

4 thoughts on “Cãozinho rejeitado é salvo de fila da eutanásia e acolhido por médica veterinária atenciosa

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *