Cadela mantida em uma corrente tão curta que não conseguia nem descansar é finalmente resgatada

Muitas pessoas tratam seus cães como seus filhos, mas há outros que fazem essas criaturas doces passar por condições extremamente desumanas. Cala, o cão de guarda de um mecânico de San Jose, Costa Rica, era um desses infelizes filhotes. cadela

Seu dono a mantinha acorrentada por uma corrente tão curta que ela não tinha como descansar a cabeça e mal conseguia respirar. Quando ela estava doente, o proprietário não a levava ao veterinário e raramente a alimentava. Felizmente para Cala, seu sofrimento teve um fim positivo.

Leia também: Em viagem na Grécia, turista holandesa encontra cão com coluna quebrada e o leva para casa

Após ver as condições que o dono manteve a cadela por tanto tempo, os vizinhos ficaram preocupados e sensibilizados e fizeram uma denúncia à polícia e ao abrigo de animais Territorio de Zaguates. Quando ela foi finalmente resgatada, a sua situação era pior do que parecia, Cala precisou receber um tratamento intensivo para que ela ganhasse peso, para suas feridas e desnutrição.

“A foto que vi pela primeira vez mostrava uma criatura lamentável, privada de sua dignidade e pronta para desistir. Cala era um cachorro cujo espírito foi quebrado e estava apenas esperando pelo fim vir enquanto vivia um pesadelo sem fim”, relatou Lya Battle, a fundadora do Territorio de Zaguates.

Ela também descreveu o processo de recuperação como lento, “os humanos ao seu redor ainda tinham que causar dor durante a cura de suas feridas, especialmente o corte em seu pescoço causado por anos pendurado em uma corrente de metal apertada em volta do pescoço”,

No entanto, mesmo após seu resgate, Cala viria a suportar mais abusos nas mãos dos humanos e ver como as pessoas podem ser cruéis. Em junho, as pessoas entraram sorrateiramente no santuário na tentativa de matar alguns dos cães com salsichas venenosas.

Infelizmente 16 dos cães abrigados morreram, mas a pequena cadela determinada sobreviveu. As únicas sequelas de Cala foram alguns problemas neurológicos Lya disse que isso provavelmente se devia em parte ao seu tamanho pois ela era “osso duro de roer”.

Atualmente, Cala encontrou uma família que a ame e encha de carinhos e aprendeu a se dar bem com novos humanos e cães. “Depois de anos de abandono, tortura e prisão, Cala parece estar tirando todo o processo de mau comportamento do filhote de cachorro de seu sistema e todos nós pensamos que está tudo bem.”

Leia também: Husky que passou fome pois seu dono queria se vingar da esposa é resgatado e passa por transformação

A cadela é feliz, forte, obstinada, um pouco teimosa e mimada por sua mãe adotiva e família. Seu resgate foi uma batalha épica do bem contra o mal e do ódio contra o amor e, no final, como sempre acontece, o amor venceu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *