Cão idoso resgatado das ruas não se separa de sua tigela de ração depois de ser adotado

Os cães abandonados têm uma vida difícil nas ruas, mas mantem as almas mais bondosas e puras. Eles mostram agressividade para mascarar o medo quando são abordados por estranhos, mas a verdade é que estão sozinhos há tanto tempo que não sabem como responder ao toque humano.

Um exemplo perfeito disso é o adorável vira-latinha chamado Neville, uma mistura de terrier Jack Russell. Susanne encontrou a foto dele e logo descobriu que o cão estava tão traumatizado por passar fome que agora dorme aninhado em sua tigela de comida.

Leia também: Gatinhos adotados por fazendeiro para controle de ratos fazem sinfonia de miados para pedir comida

Susanne estava navegando pelo site de um centro de resgate local quando se deparou com uma foto de uma pequena mistura de Jack Russell terrier que partiu seu coração. Ela já tinha um cachorro resgatado em casa e começou a imaginar como seria ajudar outro cachorrinho necessitado.

“Ele tinha 10 anos e eu soube imediatamente que o amava!”, disse ela ao The Dodo. “Fiquei três horas na fila do lado de fora do abrigo para ter certeza de que seria a primeira a registrar meu interesse, e nos conectamos no momento em que nos olhamos.”

A única parte do passado de Neville conhecido era que ele foi encontrado vagando pelas ruas, mas estava claro para Susanne que o cachorrinho não teve uma vida fácil. “Achamos que eles o usaram para reprodução e claramente o maltrataram”, continua.

Embora Neville estivesse claramente feliz por estar seguro em sua nova casa, a transição não foi uma tarefa nada fácil, especialmente quando se aproximava a hora das refeições. “No início, ele costumava competir por comida e tentava se alimentar diretamente do chão ou do prato do meu outro cachorro”, disse Susanne.

“Tive de treiná-lo para comer em uma tigela”, acrescentou ela. “Acho que ele nunca teve uma e agora percebe que finalmente tem e é garantia de uma fonte confiável de comida. Ele parece tão profundamente grato por uma tigela simples. Acho que representa conforto e um lar para ele.

Dois anos depois, o bem mais valioso de Neville é seu potinho de comida e ele o leva para todos os lugares. Com uma pequena ajuda de sua mãe, o pequeno faz questão de carregá-lo até sua cama e dorme colado com ele todas as noites.

Leia também: Cadela sem dono aprende truque fofo com sua tigela para chamar a atenção dos cuidadores

Neville tem sido uma fonte constante de alegria para Susanne. A tutora espera que sua história possa inspirar outras pessoas a adotar um cão idoso. “Ele é uma alma gentil, calma e tímida que me segue por toda parte. Agora com 12 anos, é bastante surdo e não enxerga muito bem, mas adora a vida!”, conclui.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *