Cachorro salva bebê abandonado em lixão ao convencer homem a ir até o local

Jamais subestime a inteligência dos animais, pois eles podem te surpreender! Foi o caso desse homem que, ao ser abordado por um cachorro na rua, não podia imaginar que o animal estava prestes a salvar uma vida.

Leia também: Cachorros são adotados pela PRF e ganham casinhas de madeira para que possam se abrigar

No início deste ano, um cão da cidade de Sibanga, Filipinas impediu um motociclista de continuar seu caminho e o convenceu a ir para o aterro onde um bebê fora abandonado há algumas horas.

A iniciativa do cachorro, mais tarde conhecido como “Blacky”, teve impacto nos países asiáticos, principalmente entre os moradores das cidades filipinas. Segundo informações do site “Zoorprendente”, o estudante Junrell Fuentes viu um cachorro latindo na rua e que passou a seguir sua motocicleta. Quanto mais rápido ele dirigia, mais o animal parecia pronto para alcançá-lo.

Naquele momento, Junrell percebeu que algo estava errado. Ele tem o hábito de lidar com animais de rua no trânsito, já que muitos cães gostam de perseguir motociclistas, mas não por tanto tempo.

Em um instante, o jovem percebeu que Blacky não o estava atacando, mas sim alertando-o de algo. Então ele seguiu o cachorro até um depósito de lixo para ver o que era.

Leia também: Guardas retiram pneu que estava preso no pescoço de alce durante 2 anos nos Estados Unidos

O jovem então, seguiu o cachorro até um depósito de lixo, onde havia uma criança escondida, enrolada em uma toalha marrom, com o cordão umbilical ainda preso. Junrell também descobriu que a placenta da mãe estava depositada em um plástico preto.

Após o susto, o menino correu para um hospital em Sibanga com a criança, onde o menino recebeu o primeiro tratamento.

A criança está segura e aos cuidados da Assistência e Desenvolvimento Social Municipal, enquanto as autoridades continuam a procurar pela sua mãe.

Devido à grande influência da história, a ONG Rescue of Animals se ofereceu para receber este cachorrinho, mas não demorou muito para descobrirem que o animal tinha dono e apenas estava perdido.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *