Raposa fofinha invade quintal de mulher e decide que agora essa é a sua nova casa

Emma Thompson estava sentada em seu escritório trabalhando e resolveu deixar a porta da cozinha aberta para entrar um pouco de ar fresco, quando de repente teve a sensação de que não estava sozinha.

“Com o canto do olho, vi algo laranja e se movendo bem na minha perna, ao mesmo tempo, ela me viu e saiu correndo pela porta”, disse Thompson.

E essa foi a primeira vez que Thompson conheceu Foxy, uma raposa que decidiu fazer do quintal da moça seu novo lar.

 

Logo, Foxy começou a aparecer no quintal de Thompson todos os dias, e ela lentamente começou a juntar as peças da trajetória da raposinha até aquele momento. Foxy nasceu no quintal de um vizinho, mas o vizinho não era muito fã de raposas e destruiu a toca do animal. Foxy não tinha para onde ir e, em sua busca por um novo lugar para morar, encontrou o quintal de Thompson. O local parecia bom, então Foxy decidiu ficar.

Não demorou muito para Foxy se sentir confortável em sua nova casa, e agora ela age como se sempre tivesse morado lá. Ela tira uma soneca no sofá do quintal e sai com os gatos, e até entra em casa às vezes e rouba os chinelos de Thompson. Uma vez que ela sabia que era seguro, Foxy começou a trazer sua irmã também, e agora a dupla trata o quintal de Thompson como seu próprio playground pessoal.

 

“Eu não me importei que ela viesse quando eu sabia onde ela estava, mas meio que não queria que ela corresse pelo apartamento à noite e roubasse minhas coisas”, disse Thompson. “Então eu consertei a porta do gato (para evitar que ela entrasse). Ela não ficou muito feliz, mas agora não importa o quanto ela tente, a porta não abre.”

Thompson está muito ciente de que Foxy e sua irmã são animais selvagens e faz o possível para manter distância r evitar que se tornem dependentes dos humanos. No entanto, às vezes Foxy parece ter outros planos.

“Eu nunca acariciei elas, mas Foxy me cheirou muitas vezes e enrolou o rabo em volta das minhas pernas uma vez”, disse Thompson. “Eu pensei que era um dos gatos… [eu] preciso enfatizar que eu sei que elas precisam ficar atentas aos humanos. Elas correm se eu me mover muito rápido ou levantar minha voz.”

Foxy e sua irmã têm cerca de 4 meses, então ainda são muito jovens. Os bebês fofos da raposa só queriam encontrar um lugar seguro para crescer e serem eles mesmos e Thompson está tão honrada que elas escolheram seu quintal como seu espaço seguro.

“Por causa do COVID, significa que estou trabalhando em casa”, disse Thompson. “Tirar fotos e vídeos delas no meu jardim é o meu lugar feliz.”

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.